Morcego fala a FMFutsal: “vamos mostrar para eles que temos futebol para levar esse troféu.”

Por em 31 de julho de 2013

Invicto! Esse é o Praia campeão do Mundialito de clubes na Croácia. A equipe de Uberlândia, conquistou pela primeira vez o torneio, que terminou no dia quatorze de julho, com quatro vitórias em quatro jogos. Os praianos ainda tiveram a melhor defesa, sofrendo apenas dez gols, e o melhor ataque, com vinte e cinco gols.

A FMFutsal  conversou com o treinador do Praia, Marcelo Duarte, mais conhecido como Morcego, para saber um pouco mais dessa grande campanha. Confira na integra a entrevista exclusiva com o Morcego.

O que você destaca na campanha do título?

Foi um campeonato onde eu achei que o nível iria ser baixo, mas chegou lá tivemos uma surpresa muito grande. Das equipes que foram lá, somente a equipe Itália que é mais fraca, todas as outras sete teriam condições de serem campeãs. Então me surpreendeu muito, os jogadores também ficaram surpresos e foi um título muito importante para o Praia Clube e para a cidade de Uberlândia.

 

Como foi o trabalho para manter os meninos focados apenas no campeonato?

Começamos o trabalho em fevereiro, fizemos um bom trabalho físico e psicológico por ser uma viagem longa, então trabalhamos de para dar uma motivação diferente para esses meninos. Chegando lá os meninos se encantaram com o país (Croácia), é um país diferenciado e isso motivou ainda mais eles, o ginásio era muito bom, o povo era muito educado e eu disse: vamos mostrar para eles que temos futebol para levar esse troféu.

Qual a principal característica do grupo?

É um grupo mais individualista. Meu grupo taticamente é bom, mas não é tão bom quanto o juvenil, ele é mais individual. Então tem vários jogadores que podem decidir o jogo de uma hora para outra. Foi o que aconteceu lá com o Fernando, que é um ala esquerda, na final da competição contra Minas, ele fez a diferença individualmente.

Qual o principal jogador desse grupo?

Hoje eu destacaria o Fernando, que com certeza é um menino mais maduro que os outros, então ele tem uma atenção melhor. Sai jogando mais, não tem medo, encarada todo mundo, é um jogador polivalente, um cara diferenciado.

Como esse título interfere na continuidade do trabalho que vem sendo feito?

A diretoria se empolgou muito, isso foi bom demais para o futsal praiano. Nós tínhamos a vaga na Liga Nacional e perdemos. Estamos tentando reconquistar (a vaga) com esses títulos da categoria de base. Isso faz com que motive ainda mais a diretoria para que possamos voltar para a liga e fazer com que esses meninos da base tenham um espelho lá na frente.

Você acredita que a partir de agora você pode perder jogadores, devido à exposição no Mundialito?

Talvez um ou dois, porque eles já tinham proposta para jogar no futebol de campo. Hoje é a reapresentação deles e vou ver a noite quem vai estar lá. Mas com certeza que tem uns dois meninos que iriam para o futebol de campo.

O que vocês acharam de enfrentar um grande rival no final da Competição?

Foi muito gostoso. Inclusive todos os meninos ficaram lá para acompanhar a final, que com certeza todos os participantes, que estavam vendo o jogo, levantaram e bateram palmas. Eles ficaram deslumbrados com a final. Logicamente tivemos o mérito de virar o jogo, já que o Minas estava ganhando o jogo de 3 a 1 e conseguimos virar o jogo para 4 a 3, aí entra competência, entra a sorte e entra tudo. Toda vez que jogar Minas e Praia, com certeza teremos grandes jogos.

Como foi a preparação para o jogo da final?

O jogo da final nós conversamos muito com os meninos fora de quadra. Em uma final contra o Minas, que é o nosso maior rival, nós temos que estar sempre dando conselho, passando certa situação para o jogador, para eles entrarem focados no jogo. Foi o que aconteceu né? Entramos focados, com determinação e muito guerreiros e conseguimos esse objetivo que foi muito importante para nós. 

2 Comentários

  1. Marcos Garcia

    13 de agosto de 2013 at 18:38

    Grande Morcego. Parabéns por este título, como você mesmo disse muito importante para o Futsal Praiano e para a nossa cidade Uberlândia. Na minha opinião este título vem para coroar os longos anos dedicando ao Futsal.

  2. flavio reis

    1 de agosto de 2013 at 16:48

    parabens ao morcego.treinador com o qual aprendi muito quando o enfrentei como tecnico das categorias de base do catiguá. foram otimos e inesqueciveis duelos!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *