Título verde e amarelo em Minas

Seleção Brasileira vence Irã por 4 a 3 e conquista, em Uberaba, o 10º Grand Prix de Futsal.


Domingo (08/11) de festa em Uberaba. Coroando um grande evento e uma excelente campanha, a Seleção Brasileira venceu o Irã por 4 a 3 na grande final e conquistou o 10º Grand Prix de Futsal, realizado desde quarta-feira (04) no Centro Esportivo Univerdecidade, no Triângulo Mineiro.

A conquista brasileira foi a 9ª em dez edições da competição, realizada anualmente desde 2005. Em todas elas, esteve presente o craque Falcão, que anotou um dos gols canarinhos na final em Uberaba. Os outros foram anotados por Diego, Rodrigo e Ahmad (contra). Ghodrat, Mahdi e Tayebi descontaram para a equipe asiática.

“Sou um cara cujo o prazer é jogar. Só não jogo se não tiver jeito mesmo. Não foi da forma que eu queria, do jeito que eu queria, o tanto que eu queria, mas veio o título, fiz gol na final, fiz gol ontem e sempre que eu entrei pude ajudar de alguma forma. Em certo momento cheguei a pensar na sequência da Liga Nacional, mas o que prevaleceu foi o momento, pois eu sou o único atleta que participou de todos os Grand Prixs, joguei dez e ganhei nove. Então estou muito feliz”, disse Falcão após a partida.

Presidente da FMFS satisfeito com evento em terras mineiras
A realização de mais um evento importante do calendário do futsal brasileiro em Minas Gerais foi bastante elogiada por Paulo Ladeira, presidente da FMFS. Em 2015, além do Grand Prix em Uberaba, o estado sediou a Taça Brasil Sub17, em Uberlândia, e a Taças Brasil Sub20, em Belo Horizonte.

“É uma alegria ver a força e a capacidade de Minas Gerais para receber eventos nacionais e internacionais de futsal. Uberaba foi uma grande casa para o 10º Grand Prix, com excelente público em todos os dias, e saímos daqui satisfeitos pelo ótimo trabalho realizado por todos os envolvidos no evento. Vamos continuar a receber importantes disputas de futsal e mostrar a paixão do nosso povo pela modalidade”, destacou Paulo.

Bronze colombiano
Com uma vitória por 1 a 0 na manhã de domingo (08), a Colômbia levou a melhor sobre o Paraguai e garantiu a medalha de bronze na competição internacional.

Histórico do Grand Prix
2005 – sede: Brusque (SC) – campeão: Brasil – vice: Colômbia
2006 – sede: Caxias do Sul (RS) – campeão: Brasil – vice: Itália
2007 – sedes: Lages, Joinville e Jaraguá do Sul (SC) – campeão: Brasil – vice: Irã
2008 – sede: Fortaleza (CE) – campeão: Brasil – vice: Argentina
2009 – sedes: Goiânia e Anápolis (GO) – campeão: Brasil – vice: Irã
2010 – sede: Anápolis (GO) – campeão: Espanha – vice: Brasil
2011 – sede: Manaus (AM) – campeão: Brasil – vice: Rússia
2013 – sede: Maringá (PR) – campeão: Brasil – vice: Rússia
2014: sede: São Bernardo do Campo (SP) – campeão: Brasil – vice: Colômbia
2015: sede: Uberaba (MG) – campeão: Brasil – vice: Irã

Foto: Ricardo Artifon/CBFS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *