Brasil goleia Argentina em Uberaba e conquista a Copa Sul-Americana

No dia das mães, a Seleção Brasileira presentou os torcedores com um festival de gols na final da Copa Sul-Americana, em Uberaba. Nesse domingo (08/5), o escrete canarinho goleou a Argentina por 6 a 2. Pixote (3), Cabreúva (2) e Xuxa balançaram as redes pelo Brasil, enquanto que os tentos do hermanos foram assinalados por Stazzone e Constantino Vaporaki.

Os brasileiros levaram também o troféu Fair Play, que premia a equipe mais disciplinada da competição. Coube ao goleiro Tiago, o menos vazado da Copa Sul-Americana, receber a Luva de Ouro. O terceiro lugar do torneio ficou com o Uruguai, que derrotou o Equador por 7 a 1.

Agora, o Brasil se prepara para a disputa da Copa do Mundo de Futsal 2016, evento que acontece na Colômbia entre 10 de setembro e 1º de outubro.

O jogo

Ao contrário do que aconteceu na estreia da Copa Sul-Americana, quando a Argentina não facilitou a vida do Brasil, o confronto de domingo se desenhou favorável aos donos da casa desde os primeiros instantes.

Os brasileiros abriram o placar aos nove minutos, com Pixote, que marcou de letra. Aos 11 e 15, Cabreúva e Xuxa, respectivamente, ampliaram o placar. A Argentina diminuiu poucos segundos depois, com Stazzone. Antes do fim da primeira etapa, Pixote ainda teve tempo para marcar mais um para o Brasil: 4 a 1.

Durante o intervalo, Falcão conduziu a Tocha Olímpica, que fazia percurso em Uberaba, dentro do ginásio esportivo. Após passar pelas mãos do ala, o símbolo dos Jogos seguiu de Uberaba para Araxá.

Na etapa complementar, o Brasil seguiu dominando o jogo e marcando gols. Aos cinco minutos, os anfitriões não perdoaram e balançaram as redes com Cabreúva. Os hermanos chegaram a diminuir com Vaporaki, aos 12, mas coube a Pixote dar números finais ao duelo. Aos 18, o ala balançou as redes pela terceira vez no confronto e sacramentou o 6 a 2.

Ficha técnica

Brasil:
Tiago, Ciço, Cabreúva, Dieguinho e Jackson. 
Entraram: Marlon, Pito, Murilo, Pixote, Xuxa, Falcão, Rodrigo e Dimas.
Técnico: Serginho Schiochet.

Argentina: Mossenson, Taffarel, Constantino Vaporaki, Alamiro e Kruger.
Entraram: Damián Stazzone, Sebastian Corso, Gonzalo Abdala, Matias Edelstein e Villalva.
Técnico: Diego Giustozzi.

Foto: Ricardo Artifon/CBFS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *