Com Arena do Minas lotada, Brasil vence Uruguai de virada, em Belo Horizonte

Os 3.157 torcedores que lotaram a Arena do Minas na manhã desse domingo (20/11) foram testemunhas de um verdadeiro espetáculo dentro de quadra. Jogando pela primeira vez no ginásio de Belo Horizonte, a Seleção Brasileira derrotou o Uruguai por 3 a 2, de virada, em um confronto bastante equilibrado.

Na primeira etapa, o Brasil estreou um uniforme negro, que homenageia as conquistas da equipe heptacampeã mundial. Apesar da novidade, foi no segundo tempo, já com o seu tradicional fardamento, que o escrete canarinho garantiu o triunfo.

Jogador mais assediado pela torcida, o craque Falcão aproveitou a oportunidade para analisar o desempenho do Brasil em território mineiro. “Não esperávamos que o Uruguai se portasse tão bem dentro da partida, mas eles fizeram isso, souberam jogar o jogo. A evolução é visível. Claro que é um momento de transição, muitos jogadores novos sentem o peso da camisa da Seleção, mas a gente tem que dar essa tranquilidade para eles. É um momento normal de transição, espero fazer parte até o dia em que eu puder ajudar”, disse o autor do primeiro gol da Seleção Brasileira.

Representante do futsal mineiro dentro de quadra, o ala Caio, do Minas, não escondeu a felicidade ao analisar a oportunidade de vestir a camisa da Seleção Brasileira. “Estou muito feliz, satisfeito. Estava há dez anos sem vestir a camisa da seleção brasileira, a última vez foi quando eu estava com a Seleção Sub-20 e disputei um amistoso com a principal. Hoje, eu consegui dar essa alegria aos meus familiares que estão aqui. Também representei o Minas, o que é muito importante. Foi o clube que me abriu as portas e me deu a oportunidade de estar na Seleção”, frisou.

Clique aqui para conferir as fotos da vitória da Seleção Brasileira.

O jogo

Xande acertou um chute rasteiro preciso e abriu o placar para o Uruguai logo aos 10 minutos da etapa inicial: 1 a 0. Mesmo atrás do placar, o Brasil não se abateu e criou boas chances com Gadeia, Deives, Douglas, Lino e Falcão, mas a bola teimava em não entrar.

A Seleção Brasileira conseguiu balançar as redes 30 segundos após o intervalo, graças à estrela do seu camisa 12. De letra, Falcão desviou um chute de Gadeia e fez a torcida vibrar na Arena do Minas: 1 a 1. Na sequência, Leandro Lino marcou um golaço, aplicando um belo drible de corpo em seu marcador, e chutando no alto da meta adversária: 2 a 1. Faltando quatro minutos para o apito final, Marcel ampliou para a equipe canarinho: 3 a 1. Xande ainda assinalou outro tento para os uruguaios, mas não conseguiu evitar o triunfo brasileiro: 3 a 2.

Ficha técnica

Brasil: Deivid, Nenê, Deives, Marcel e Leandro Lino.
Entraram: Falcão, Rodrigo, Barbosinha, Pixote, Douglas, Jackson, Caio e Gadeia.
Técnico: André Bié.

Uruguai: Fernández, Laurino, Fedele, Palleiro e Salguez.
Entraram: Catardo, Xande, Tangari e Aldave.
Técnico: Diego D’Alessandro.

Público: 3.157 torcedores.
Foto: Orlando Bento / Minas Tênis Clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *